Pacientes recebem cadeiras de rodas e banho

Equipamentos foram adquiridos com recursos do FAEC e doados a pessoas atendidas no Centro Especializado em Reabilitação (CER) Ritinha Prates

Quatro pacientes da região de Araçatuba (SP) que são atendidos no Centro Especializado em Reabilitação (CER) Ritinha Prates ganharam nesta terça-feira (04) m cadeiras de rodas e de banho. Foi a primeira entrega da unidade neste ano. No total, foram adquiridas 25 cadeiras entre de rodas e de banho. Os equipamentos foram comprados com recursos do Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (FAEC), vinculado ao Ministério da Saúde. De acordo com fisioterapeuta Marcos Adriano Mantovan, coordenador do CER, a compra é feita pelo CER sendo que o reembolso ocorre após 90 dias.

 

A compra foi feita diretamente da fábrica mediante apresentação de menor preço entre três concorrentes. No ato da dispensa – esse é o termo técnico correto do repasse – os profissionais do CER também fizeram demonstração aos familiares dos pacientes sobre a forma correta de utilizar as cadeiras, assim como deram orientações sobre a manutenção dos equipamentos. Cada equipamento dispensado custa em média R$ 3 mil.

 

Para ter acesso à cadeira, o paciente deve, primeiro, procurar a unidade de saúde de sua cidade, que repassa o pedido à Secretária Municipal de Saúde. Essa, por sua vez, faz o encaminhamento do paciente ao CER de Araçatuba, onde ele será avaliado por uma equipe de médicos para, por exemplo, definir o modelo de cadeira mais adequado às necessidades do usuário. Atualmente, as capacidades mínimas definidas para atendimento mensal do CER Ritinha Prates são as seguintes: 200 usuários ao mês para reabilitação física, 150 para visual e 150 para auditiva.

 

Qualidade de vida

 

A dona de casa de Castilho (SP), Daniela Cristina dos Santos, que tem uma filha com microcefalia, ganhou duas cadeiras – de rodas e de banho - do CER. “É uma benção. Agora, vou poder de sair de casa com minha filha”, disse Daniela. A família não tinha condição de comprar uma cadeira de rodas. “Ela vai ter mais qualidade de vida, vai melhorar na postura dela, em tudo”, completou a dona de casa.

 

Outra paciente beneficiada com duas cadeiras foi a senhora Luzia Silva. Moradora de Penápolis (SP), há um ano ela foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e perdeu todos os movimentos do lado direito. A família também não tinha cadeira de rodas. “A gente pegava uma cadeira emprestada para poder sair de casa com ela”, disse Fabiana Silva, filha da paciente. Também receberam equipamentos pacientes de Avanhandava e Alto Alegre. Uma paciente de Valparaíso (SP) não pode comparecer e vai buscar a cadeira em outra data a ser marcada pela instituição.

 

"Gostaríamos de fazer isso (entregar equipamentos aos usuários do CER) mensalmente, no entanto, dependemos da liberação de recursos do SUS. Mas, sempre que for possível, executaremos a ação“, afirma Mantovan.

 

FAEC

 

O Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (FAEC) foi criado pelo Governo Federal em 1999, com a finalidade de arcar com os pagamentos dos procedimentos de alta complexidade em pacientes com referência interestadual, próprios da Câmara Nacional de Compensação, e dos decorrentes da execução de ações consideradas estratégicas.

 

A Entidade

 

Sem fins lucrativos, a Associação de Amparo do Excepcional Ritinha Prates trabalha na área da saúde e inclusão social, por meio do Hospital Neurológico Ritinha Prates, que atende atualmente 60 pacientes internos com deficiências neurológicas severas e irreversíveis. A entidade também é a mantenedora do Centro Especializado em Reabilitação 3 – Ritinha Prates (CER 3 RitinhaPrates), que presta serviços nas áreas física, visual e auditiva. Entre os seus valores está o tratamento humanizado, além do respeito a conceitos éticos, morais, ambientais e filantrópicos.