Ritinha Prates faz festa de Natal para usuários, familiares e colaboradores

 

 

Além de muita diversão e momentos de alegria, os usuários receberam a visita do Papai Noel, que distribuiu presentes

 O Natal chegou mais cedo para os 60 usuários do Hospital Neurológico Ritinha Prates, de Araçatuba (SP). Isso porque a instituição fez hoje (15) uma grande festa, com direito a presentes e Papai Noel. Além dos usuários que moram na instituição, familiares e colaboradores participaram da confraternização de final de ano.

 Uma mesa com doces, salgados e refrigerante foi montada na quadra do hospital. O local também recebeu uma enorme árvore de Natal enfeitada com fotos dos usuários. A animação ficou por conta do cantor Daniel Gamma, que se apresentou de forma voluntária. Outros parceiros também contribuíram para que a festa fosse realizada: Katavento, Sandra Silos e amigos, Marco Serelepe e Pedro ‘Sorvetes’.

Um dos fundadores da entidade, José Américo do Nascimento, que estava na festa acompanhado pela esposa Tereza e pelo filho Carlinhos – este é usuário da entidade –, fez questão de agradecer por mais um ano de trabalho e dedicação. Para a administradora do hospital, Daniele Grizolli, é sempre um enorme prazer participar desse tipo de confraternização. “É maravilhoso ver a alegria estampada no rosto dos nossos ‘anjos’. Sinto muita gratidão por estar mais um ano junto à família Ritinha Prates”, completou Daniele.

 Família

Mesmo com problemas de saúde, a dona de casa Maria Regina, mãe do usuário Diego Rafael, fez questão de vir de Penápolis (SP) para comemorar o Natal ao lado do filho. Ela disse que levou Diego até o hospital quando ele tinha apenas quatro anos. “Eu nunca tive condições de cuidar dele. Também sou doente, tomo muito remédio, e por isso trouxe ele para cá. Para mim, aqui é o melhor lugar meu filho. Sei que ele está sendo muito bem cuidado”, disse dona Maria.

 A técnica de enfermagem Francislaine Alli Morais tem uma relação ainda mais próxima com o hospital e o usuário Vinícius. Ela conta que até março deste ano fez estágio na entidade e que acabou se apegando ao usuário. “Falo que sou mãe voluntária dele. Venho visitá-lo todo final de semana. O Hospital Ritinha Prates é muito bom. É um lugar lindo para eles”, completou Francislaine, referindo-se a todos os usuários que moram no local.