Ritinha Prates recebe doação de protetores faciais feitos por colaboradoras

Em tempos de pandemia da Covid-19, o que tem se espalhado tão rapidamente quanto o novo coronavírus são os atos de solidariedade por todo o mundo, e em Araçatuba (SP) não é diferente. Duas colaboradores do Hospital Neurológico Ritinha Prates confeccionaram gratuitamente 15 protetores faciais para a equipe do Serviço de Nutrição Dietética (SND).

Por meio de doação dos materiais necessários (E.V.A. doado por Robson Catharin Garcia da empresa Calmart; cola, por André Luís Moimas; e elástico, por Ângela Mendes), a terapeuta ocupacional Simone Schiavon e a fonoaudióloga Graziela Grosso produziram artesanalmente os equipamentos. Não descartáveis, os protetores serão utilizados pelos 10 profissionais que trabalham na produção dos alimentos, e que atendem a uma demanda diária de 43 refeições e 18 dietas enterais, além de mais de 50 refeições para os colaboradores do hospital.

“É preciso dizer que esses protetores não são classificados como equipamentos de proteção individual, os EPIs, pois não seguem normas técnicas. Mas, grosso modo, servem como anteparo, assim como as máscaras de proteção, entre os profissionais e os nossos usuários“, diz a técnica em segurança do trabalho do Ritinha Prates, Patrízia Torres.

 

Doações

Dependente de doações e rendas extras para complementar as suas receitas, haja vista que os repasses do SUS somam 60% das necessidades da entidade, o Ritinha Prates está realizando a campanha #ContinueDoando, para que a comunidade não deixe de doar durante a quarentena. Os interessados devem entrar em contato através do telefone da entidade (018) 3117-3627 ou pelo site https://www.ritinhaprates.org.br/. Doações em dinheiro podem também ser agendadas pelo telefone e site, ou por meio de transferência bancária para as seguintes contas:

 

Banco do Brasil

Agência: 0179-1

Conta Corrente: 57478-3

 

Caixa Econômica Federal

Agência: 3504

Conta Corrente: 806-3

Operação: 003

 

A Entidade

Sem fins lucrativos, a Associação de Amparo do Excepcional Ritinha Prates existe desde 1977. Atua na área da saúde e inclusão social, por meio do Hospital Neurológico Ritinha Prates (HNRP), com a prestação de serviços especializados a pessoas com deficiências neurológicas, auditiva, física e visual. O HNRP atende atualmente 60 usuários em regime de internação hospitalar (cuidados de longa permanência). A entidade também é a mantenedora do Centro Especializado em Reabilitação III – Ritinha Prates (CER III Ritinha Prates). Entre os seus valores está o tratamento humanizado, além do respeito a conceitos éticos, morais, ambientais e filantrópicos.